Vence o jogo quem se liga nas crianças

Uma delícia de projeto, verdadeiramente acadêmico, ganha mais uma honraria! A pesquisa realizada pelos então estudantes (em 2018) Jéssica Santos, Luan Pinto, Michel Alexander, Thais Cury, Wellington Silva, com o meu privilégio de tê-los como orientandos, acaba de ser publicado no sexto volume da prestigiosa série Comunicação e Educação da Editus (Editora da UESC), que congrega as pesquisas relevantes do grupo de estudo homônimo da Intercom, principal congresso de ciências da comunicação do país. Foi um trabalho magnífico feito pelos jovens, fruto de pesquisas bibliográficas e documentais e estudos de campo, conversando com crianças, pais e educadores. E que se desdobrou em outros projetos, como oficinas para Escoteiros Mirins, os Lobinhos, de uma tropa em Belo Horizonte, uma campanha para os Escoteiros do Brasil, com peças gráficas, jogos e video, e selecionado e apresentado durante o 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, em Joinville/SC. A ideia partiu de onde deve ser: de que a tecnologia na vida das crianças não é uma opção, e já está totalmente inserida no seu cotidiano. Sendo assim, de que maneira pode-se associar as atividades eletrônicas e virtuais às necessidades reais que as crianças têm, como vivenciar experiências presenciais, contatos reais e exercícios de afetos. Não à toa, o artigo tem o título 'Vence o jogo quem se liga com o mundo: as crianças na interação entre a realidade e o virtual' e sai na edição que se intitula 'Novas travessias e desafios em Comunicação e Educação'. A publicação foi organizada pelos Profs. Adilson Citelli e Ana Luisa Zaniboni Gomes, duas sumidades na área de Comunicação e Educação. O livro pode ser adquirido no site da livraria da editora: http://livrariaeditus.uesc.br/produto/618/novas-travessias-e-desafios-em-comunicacao-e-educacao-v-6

#educomunicação #comunicaçãoeeducação #nerd #criançaetecnologia 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Espaço: a fronteira final

Educação é Pop!

Há esperança!