Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

Os loucos anos 2020

Imagem
A Humanidade tem crise de meia idade a cada 100 anos? Imagens: Pixabay A História, aquelas partes importantes, acontece duas vezes: a primeira como tragédia, a segunda como farsa. Foi o que escreveu Karl Marx , melhorando o que tinha dito Hegel quando esse alertou que fatos e personagens ilustres costuma ocorrer duplamente na nossa linha do tempo. Particularmente, acho um pouco de exagero, mas é fato que a gente olha para algumas coisas acontecendo e temos uma sensação de déjà-vu do mal, um pesadelo recontado como uma piada sem graça, e pelo tio do pavê! "A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos".  Aliado a isso, alguns visionários de buteco ainda acrescentam que todo início de século, o tal fenômeno de looping histórico é ainda maior, mostrando o quanto a Humanidade anda em círculos. Bom, eu não acredito nisso, acho que estamos mais para uma espiral que, de fato, nos deixa meio tontos (ou já somos meio tontos, e nos colocamos n

e-Contos Icônicos: Uma guerrinha...

Imagem
Era uma vez, numa cidadezinha... Crédito: Suzane Jales SJales por Pixabay A cidade era pequena. Aliás, era muito pequena. Muita pequena mesmo. Daquelas que o pessoal faz piada, de que não pode ter boi senão o chifre sai fora do município. Que o cartão postal é um 3x4! Mas era uma boa cidade. Nunca teve problemas. Havia uma micro indústria que fornecia tornos para uma grande indústria, e só. Era da família de D. Candinha, centenária matriarca, construiu do nada e tocava, sem ambição, com a ajuda dos filhos. Empregava todos os que podiam trabalhar, pagava salários suficientes para uma vida tranquila e que mantinha o também pequeno comércio, gerava bons tributos à Prefeitura e ainda ajudava nos programa sociais. Era, realmente, uma boa cidade. Nem problemas políticos tinha. Todo mundo amigo, eleição até parecia reunião de condomínio das antigas, quando condomínios ainda podiam ter reunião sem que ninguém tivesse vontade de jogar uma cadeira no outro. Os prefeitos iam se revezando