Postagens

Será a Segurança de Dados o novo Meio ambiente?

Imagem
  Um novo cabo submarino entre Brasil e Portugal: segurança digital é nova pauta mundial. Imagem: TV Brasil Quando eu era criança, Meio ambiente ficava lá no livro de ciências e geografia, e era dureza decorar as bacias hidrográficas, tipos de clima, categorias das nuvens, entender quais as floras e faunas de cada parte do país, fazer mapas com verdes diferentes para cada região... E jogava-se papel e toco de cigarro no chão, derrubar mata era sinal de progresso, rios poluídos e poluição eram orgulhosos diferenciais da 'roça'. Começamos a ficar mais espertos no meio do século passado e vimos que o paraíso era aqui, e que fazíamos um bom trabalho em expulsar a nós mesmos. Meio que para compensar, criamos a internet e trocamos a bela mata idílica pelos poderes do seu criador: onisciência e onipresença, a sabedoria e o estar em qualquer lugar na ponta dos dedos. E ao mordemos o fruto proibido oferecido pela sibilante e sinuosa www:~ ficamos felizes em inverter o mito primordial e

Seria a Tecnologia nosso Santo Graal?

Imagem
  Minissérie é uma das várias que querem nos mostrar as consequências da imortalidade. Crédito: divulgação  Assisti a minissérie Labyrint, produção independente e europeia dos irmãos Ridley Scott ( Blade Runner, Alien, Perdido em Marte) e Tony Scott ( Top Gun, Fome de Viver ). No cerne do enredo, está o Santo Graal. Entre várias lendas que cercam esse nome, a mais popular é a de ser o cálice onde Jesus Cristo tomou o vinho na última ceia. Esse cálice seria mágico e daria vida eterna a quem bebesse nele. Como o enredo se passa no tempo passado e presente (do início da década 2010), a mensagem, para esse escriba, é clara: estamos mais para aproxima-se de mim esse cálice do que o inverso. A imortalidade, como em períodos conturbados de nossa antiguidade, transformou-se no nosso maior propósito. Da mesma maneira que naquelas ocasiões, o avanço tecnológico parece nos dizer que 'agora vai'. Mas, qual seria o novo Santo Graal, a nova alquimia?  CRISP, mapeamento genético, órgão de

Espaço: a fronteira final

Imagem
  A busca de desafios nos impulsiona a ir além das nossas constantes crises. Imagens: Canva Essa frase era o início de cada episódio de Jornada nas Estrelas, iniciado em 1966 nas televisões norte-americanas, que consagraram o Capitão Kirk, seu primeiro em comando, Sr. Spock, e o médico da espaçonave Enterprise, Dr. McCoy. Naquela ocasião, o programa sobre viagens espaciais fazia consonância com a corrida espacial para quem chegava na lua primeiro. Quando eu penso o quanto dinheiro foi gasto, tantas vidas perdidas, tanta tensão, para uma competição do tipo 5a. série... ("quem chegar por último...!"). E é tão verdade que, quando os EUA, ao 'pegaram a bandeira' em 1969 (no caso, fincar ela lá!), perdeu-se a graça (até a primeira série de Jornada acabou naquele ano). Que pena, logo na minha vez, não ia poder passar as férias no satélite! Pois não é que estamos num déjà vu ? Só que agora as metas são Marte e também quem instala um cassino na estratosfera primeiro. Mas porq

e-Contos Icônicos #9: Bate-papo pós-tecno-saudosista

Imagem
  Tecnologia está nos nossos termos, mesmo quando já ultrapassada. Imagens: Pixabay.  O tempo passa, o tempo voa, e nem o banco que tinha esse jingle para a sua poupança ficou numa boa. Imagine com as expressões! E como somos chegados em tecnologia, adoramos colocá-la em nossa conversa fiada (ops! quando vimos pela última vez uma máquina de fiar?). Mas a tecnologia voa ainda mais rápido, e de tal maneira nos impacta que até é engraçado ver jovens falando expressões das quais não têm a mínima ideia do seu significado original. Maquinando essas tranqueiras (de novo?), expressões que ainda usamos, mas que não encontram mais sentido com as atuais tecnologias, podemos imaginar o seguinte diálogo: Os sujeitos, amigos que trabalham juntos, se encontram na lanchonete da empresa. - Massa? - Rapaz, tá antenado? - Não, estou meio fora do ar. - Foi o Júnior da repartição que badalou. - É uma matraca mesmo. - E ele está a todo vapor. - Desembucha! - Pois é, deu tilt! - Desculpe, perdi o fio da mea

20 anos de Wikipédia: a vitória da ciência colaborativa

Imagem
Imagem: en.wikipedia.org Acabei de fazer minha doação ao Wikipedia. Ora, se utilizo de um serviço, nada mais justo do que pagar por ele. Mas, ao contrário do Google e Facebook, para quem pago generosamente com meus dados mais íntimos, a cultura wiki costuma ser humilde, discreta, o que exige da gente que tenhamos a iniciativa de dar grana mesmo (embora tenha sido lembrado, corretamente, pelo site dessa minha necessidade). O mais importante a se comemorar nos 20 anos do Wikipédia é a consolidação da colaboração anônima como fonte da ciência. E a maior enciclopédia humana ainda aprendeu e amadureceu, tendo bilhões de consultas, com outros milhares de colaboradores anônimos. Do contrário, a imagem mental que me ocorre são milhões de pessoas folheando a Barsa, outros tantos especialistas renovando seus verbetes, algo totalmente impossível no mundo físico, tanto para aqueles que precisam do Conhecimento, como para aqueles que o produz. Na versão portuguesa do Wikipedia, entre os cerca d

As 10 Hipocrisias sobre Homeschooling no Brasil

Imagem
É preciso limpar a mesa primeiro, antes de falarmos de aprendizagem doméstica. Imagem de Gabi El Erian por Pixabay  Como toda boa praga mundial - que seja doença ou guerra - em algum momento posterior a Humanidade colherá bons e saudáveis cogumelos que nascerão no meio às excrescências por nós produzidas. Grandes saltos tecnológicos e medicinais surgem nesses períodos. O problema é que tais avanços, deslumbrantes, costumam ofuscar o contínuo caminhar de bobagens em novos trôpegos passos. Ou seja, no mesmo tempo que cientistas aceleram suas invenções para o bem da espécie, oportunistas encontram a mesma oportunidade de ampliar suas maldades. Tanto acontece na dimensão global, como na local. O homeschooling , aulas em casa, fora da estrutura educacional formal, parece ser a bola da vez. Eu, hein? Quem conhece nosso diverso país, sabe: já temos homeschooling há muito tempo - e não é aqueles casos que a família está brigando na Justiça! É regulamentado e com comércio liberado há um bom te