Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Livro: essa moderna Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC)

Imagem
Capitão Picard, de Jornada nas Estrelas, lendo em pleno Séc. 24: a ficção científica acha que o livro impresso é eterno. Crédito: Paramount. Acabei de arrumar minha biblioteca, seis meses depois de uma mudança. Ufa! E enquanto interagia com minhas publicações, algumas novas e instrutivas, outras velhas e afetivas, pensei em duas coisas: primeiro, como amo meus livros! Segundo, para onde irá essa tecnologia de conhecimento? Alguns dizem que o livro impresso irá acabar. Outros, que ele é eterno. Com a digitalização do conhecimento humano, o livro físico ainda é necessário? De fato, minha biblioteca talvez esteja fora do seu tempo. Cada vez mais as casas têm menos espaço e livro é um devorador de paredes e metros quadrados. Entre uma TV de 50 polegadas, com informação de todos os tipos, de segundo em segundo, e agora ligada na rede; e um depositório de papel que raramente é consultado, ou que parte encontra-se nas nuvens cibernéticas, não me parece ser difícil a decisão por parte d

17 de abril e o valor da TV Pública

Imagem
Transmissão de 17 de abril: provando o valor e a necessidade das TVs Públicas. Crédito: TV Câmara A sessão da Câmara de Deputados, que autorizou a abertura do processo de impeachment, não foi exatamente bonito de se ver. Foi um espetáculo deprimente, independente da viés política, pois, pelo discurso da grande maioria dos eleitos, também independente da cor partidária, se viu o quanto é pobre e podre a nossa classe política. Foram raros aqueles que se pronunciaram com equilíbrio e visão adequada para essa triste etapa nacional. No entanto, só pudemos ver tudo isso por conta de algo que temos relegado ao longo de mais de 60 anos: a importância da TV Pública. 17 de abril ficará marcada como um exemplo de como é importante termos um segmento de TV Pública no país, embora poucos se dão - e querem se dar - conta disso. Todas as grande emissoras abertas, comerciais e estatais, transmitiram o sinal da TV Câmara, exceto o SBT, o que também foi corajoso e louvável, oferecendo uma opção d