Um Fórum Maravilhoso: Vida Longa e Prospera à TV Universitária

Uma maratona de emoções!! É assim que defino o XVIII Fórum Brasileiro de Televisão Universitária, a 18° temporada de encontros de utópicos que acreditam - e provam - ser possível uma televisão verdadeiramente de comunicação social. E, claro, momento especial para o acolhimento com velhos e novos amigos e soldados desse Exército de Brancaleone, como define bem o irmão Prof. Paschoal Neto, sempre visando um sonho impossível, mas onde o que mais importa é a caminhada.


Mas, como é também uma turma pragmática - quem nunca administrou uma TV universitária não sabe o que é botar no ar e/ou na rede uma televisão com um celular e um estagiário - , um monte de aprendizagem! Aprendi com meus colegas no Desfile de Cases, uma mostra de exemplos de como a TV Universitária continua criativa, adaptada e adaptável. Assim como com os estudantes da Mostra Curta ABTU - só produções fo# s - como a minha preferida "Michele de Michele Mesma: narrativas de uma mulher sertaneja", de (@demichelemesma), que o universo me presenteou com a coincidência de entregar seu prêmio. Sem falar nos painéis em que me remetem ao chapa Sócrates: "só sei que nada sei!"


Tá bom, também dei minhas contribuições. A primeira o lançamento do mito, da lenda, da obra definitiva sobre a televisão universitária no Brasil: o livro "TV Universitária no Brasil: uma antologia da utopia", a humilde publicação e primeiro livro do Instituto Dânia de Paula e que tem a coletânea de textos de 30 anos de pesquisa no segmento, minhas e com colegas generosos. Depois, a 11° edição da Revista ABTU, na minha opinião a mais linda de todas, e exclusiva com pesquisas sobre ótimos exemplos de programas produzidos pelas TVs universitárias. Aqui, grande agradecimento à equipe fantástica de Danielle Moura @daniellemouraf, Wendel Aguiar, Diego de Deus (@diegodedeus_ ), Prof. Paschoal (@diaspaschoalneto) e todos os professores pareceristas que doaram seu tempo e conhecimento. Como adquirir? Entre em contato e conversemos.


Também momentos indescritíveis de emoções cardíacas: encontros com pupilos que conheci ainda enquanto jovens cheirando cadeiras universitárias e que hoje são profissionais fo#@s!! Mas também sentindo tremendas saudades daqueles que não puderam ir, como Gabriel Priolli , José Dias Paschoal Neto , Fernando José Garcia Moreira , Helena Santos , e a dor imensa da saudade eterna da Profa. Neuza Meller e da minha eterna primeira-dama Dânia De Paula.


Destaque para a fantástica organização da equipe da TV Uneb, a qual presto minha reverência pelas capacidades, habilidades, acolhimento, criatividade, produção, putz, tudibom que fizeram pra ficar tudo porreta. Parabenizo à todos na figura do esvoaçante Ícaro, coordenador da TV Uneb que, mesmo sob o sol escaldantes de Salvador, não se deixou abater e a única coisa que derreteu foram nossos corações.

Vida Longa e Próspera à TVs Universitárias!!!

#tvuniversitária #ABTU #uneb

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Além do Lixo

Dia do Radialista

De volta à pista!!!