TV Universitária e a Fraternidade

Já haviam me dito: amigos tardios é tudo de bom! Eles se transformam em irmãos que gostaríamos de ter tido. E companheiros de luta (e, sim, de luto em vários sentidos). Há 27 anos conhecemo-nos e, como dito por um deles, Gabriel Priolli, nos conectamos fraternalmente de imediato, na deliciosa sensação de não estarmos mais sozinhos.

Devo uma vida aos amigos e colegas das TVs Universitárias brasileiras. Feliz e honrado por saber que tenho deles também especial consideração. No I Seminário de Televisão Universitária, em Jundiaí, na passagem de bastão de diretoria da ABTU - Associação Brasileira de Televisão Universitária, nós ex presidentes fomos sensivelmente homenageados. 

E é muito forte quando tudo acontece entre braços de colegas que, como lembrado pelo Fabiano Pereira , nos transformamos em uma família que liga pra cobrar, não mais pelo programa de intercâmbio, mas para saber se fomos ao médico ou mesmo orar com a gente.

José Dias Paschoal Neto inventou o termo Exército de Brancaleone, já que nossas lutas são um tanto utópicas, mas Fernando José Garcia Moreira faz questão que nos mantenhamos atualizados e, melhor ainda, animados. E, claro, gratos por novo sangue, como do Diego de Deus. Esses são apenas a ponta do iceberg desse segmento maravilhoso que une Comunicação e Educação, Ciência e Entretenimento. Grato por estar nesse universo com eles.

E também grato à TV TEC de Judiaí (caramba, que fantástica tv escola!!!) e a Francisco Machado Filho e a nova diretoria da ABTU, além das onipresentes Priscila e Daniele, staff carinhoso da associação. Foi muito legal o Octavio Penna Pieranti da Secom do Governo Federal, assim como a Maira Bittencourt da EBC terem prestigiado e feito promessas, mas, como sabem, a luta continua!! Sucesso para vocês, pessoal!!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia do Radialista

De volta à pista!!!

Além do Lixo