Diário da NAB II: comunidade Go Pro



Fiquei impressionado com a "comunidade" Go Pro.

Para quem não sabe (e eu sabia quase nada até chegar na NAB Show), a Go Pro é uma câmerazinha bem simpática e pequena, como podem ver na foto.

Ah, e barata também, mas só para quem compra fora do Brasil. A básica custa U$ 200,00 lá.

O negócio é que é uma senhora câmera, com uma qualidade incrível e uma capacidade de armazenamento legal.

Feita para atender aos esportistas radicais que queriam gravar suas ondas, escaladas, saltos, sem precisar segurar com as mãos ou se preocupar com controles, quedas, molhar, sujar.... tudo isso que associamos a tecnologia! O objetivo era não desperdiçar nem um pouco da qualidade das lindas imagens que eles vivenciam. Ao que parece, se transformou em uma seita de gente bem humorada, que quer registrar o mundo como uma câmera subjetiva.

Essa turma me parece querer dessacralizar a produção audiovisual de qualidade, mostrando ser possível fazer belas produções que não seja só no National Geogragic Channel. Por outro lado, como é possível qualquer um produzir belas imagens, isso também vai educando o olhar das pessoas e ajudando-as a separar o trigo da turma motivada da Go Pro do joio das videocassetadas.

Duas últimas observações: a turma do marketing da Go Pro sabe fazer seu para-casa. A câmera é barata mas há inumeros gadgets para os aficionados, o que devem render bem para a empresa.

E era engraçado ver a animação do pequeno stand da Go Pro e o deserto do gigantesco stand da Sony.

Será que veremos em breve as pessoas comuns se apropriarem de uma Go Pro e/ou concorrentes e sairem filmando o mundo? 


Ah, e a Go Pro não pagou nem minha ida a Las Vegas e nem mesmo um cafezinho!

Comentários

  1. Eu sempre achei essa câmera fanstática. Infelizmente, aqui no Brasil, sua ultima versão custa em torno de $1.200 dilmas sem nenhum gadget. Mas ainda tenho esperança de adquirir uma. É bom também pesquisar a integração q ela tem com o iPhone, bem interessante. :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Lana,

    E ela é sua cara mesmo!!! O negócio é saber se alguém está indo no exterior...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Espaço: a fronteira final

Educação é Pop!

Há esperança!